Filtrar por Tamanho

Place of Freedom

Se jogar no mundo é como mergulhar em outras histórias, costumes, culturas e visões de mundo. É também se sentir pequenino, como um grão de areia. Acima de tudo, é entender a importância da sua origem e as forças de suas raízes. É ter a ousadia se expressar por meio da moda e da arte, exaltando estéticas e símbolos particulares que coexistem com tantos outros. Mas é mais do que coexistir: é respeitar e entender que a união de pessoas de lugares distintos abre possibilidade de diálogo e de crescimento mútuo. É mais do que o não julgamento: é aceitação, exaltação e admiração. Acreditamos na pluralidade cultural como força motriz para o desenvolvimento da sociedade. Place of Freedom, onde o diferente se encontra.

Place of Freedom

Sobre a loja

A Ana Duque + foi criada pensando em uma moda mais responsável e sustentável. Aqui, priorizamos o slow fashion, nossos processos de produção são manuais e naturais.Optamos pelo tingimento natural das peças, respeitando o tempo e as cores de modo responsável. Buscamos inspiração ao redor do mundo e desenvolvemos coleções atemporais, seguindo a tendência do conforto e bem-estar. Acreditamos que é possível uma moda global e criativa e ao mesmo tempo responsável.

Social
Pague com
  • Pagar.me V2
Selos
  • Site Seguro

ANA BEATRIZ FERNANDES DUQUE EIRELI - CNPJ: 35.099.824/0001-45 © Todos os direitos reservados. 2021

A nossa coleção de estreia, intitulada Zazil - que em maia significa “transparência de espírito, luz e claridade”, faz uma homenagem aos antigos povos maias e à região de Tulum, no México. Reverenciamos aqui sua cultura, seus costumes e seus avanços.

As cores do calendário maia serviram como ponto de partida para a criação das peças e, em especial, para as padronagens que foram bordadas nas jaquetas jeans. Além das jaquetas, a coleção conta com peças fluídas, leves, perfeitas para quem gosta de conforto, mas preza por design.

As roupas foram desenvolvidas a partir de trabalho manual e artesanal, por isso possuem tiragem limitada. O grupo de tecelãs Mulheres do Jequitinhonha (@mulheresdojequitinhonha) tingiu de forma natural as peças, utilizando sementes e cascas de árvores típicas da região de Minas Gerais. Os bordados das jaquetas, feitos à mão, são trabalho de Guilherme e Urbano, artistas artesãos também mineiros.